Como eu gostei dessa coisa de listas, ai vai mais uma.
Sabe aquele filme que você, homem se amarra mas a sua namorada, mulher, noiva, etc, não quer nem saber do que se trata, vai saber logo de cara quem são os caras dessa lista. Mulheres que souberem, parabéns!

15º Lugar - Ash (da trilogia The Evil Dead 1981)
Bruce Campbell é o responsável por encarnar o personagem loucão que o diretor Sam Raimi criou para sua trilogia de abertura de carreira em 1981. Ashley "Ash" J. Williams pode até ter nome de mulher, mas é um cara sinistrão. Na luta contra os demônios libertados pelo livro Necronomican ele, mata a namorada possuída, arranca a própria mão com uma serra elétrica e depois usa essa mesma serra como mão (!!!), viaja para uma época medieval, dorme durante milênios e muitas outras peripécias.
Ash apareceu nos outros dois filmes da trilogia de Raimi, em épocas onde ele somente sonhava com Homem Aranha. Os filmes subsequentes são: Evil Dead II (1987) e The Army of Darkness (1992).
Ash é tão icônico no mundo underground do horror que até mesmo foi cogitado um filme onde ele quebraria o pau com Jason e Freddy Krugger. Claro, óbvio que Ash venceria com uma das mãos amarradas nas costas.
A cena que mais me marca do cara é aquela que já citei, onde ele arranca uma das mãos com a serra elétrica que futuramente viraria uma substituta para o membro decepado. Sensacional.

14º Lugar - Snake Plissken (Fuga de NY 1981 e Fuga de LA 1996)
Nascido da mente do diretor, produtor, músico, etc... John Carpenter, Snake Plissken é um bad-ass de primeira. O cara usa um tapa olho, é marrento pacas, só faz as coisas porque tá sempre enrrascado, um tremendo durão.
Lá pelos idos de 1987 (acho que foi isso) ví pela primeira vez Fuga de NY, no SBT (noussa!!!). Era bem molequinho e fiquei fissurado no personagem. Obviamente no carnaval seguinte, me fantasei dele e tudo (hauhuauahua), pior que é verdade.
O primeiro longa que nos apresenta ao personagem, personificado por Kurt Russel, é ótimo. Têm um clima decadente, meio B (assim como todos os filmes de Carpenter), e pessimista, assim como o personagem.
Já o segundo filme... É uma bosta! Até que Russel tenta, mas não dá. O clima de filme B aqui foi pras cucúias e ficou mais parecido com um filme feito para a tevê. Definitivamente John Carpenter só sabe fazer filme com baixo orçamento e sem estúdio mandando por trás.
Acho até mesmo que Snake deveria voltar, não num remake como está sendo cogitado, mas sim numa nova aventura, longe dessa coisa de Fuga de Algum lugar.

13º Lugar: Martin Riggs (Série Máquina Mortífera)
Riggs também devia ter entrado na lista dos maiores psicopatas do cinema. O personagem do diretor/ator Mel Gibson é durão. Ele pode até chorar pela mulher assassinada (quem não choraria?) mas o cara mete a porrada em que se meter na frente dele ou do parceiro, o eterno Roger "tô velho pra isso" Murtaugh (Danny Glover).
Riggs é durão porque perdeu a mulher. O cara já é um despirocado logo no início de Máquina Mortífera 1, quem não se lembra da cena onde ele compra setecentos mil quilos de cocaína por 10 dólares?!?! Mas eu tenho um pequeno problema com a série Máquina Mortífera. Os dois primeiros são duros, violentos e me surpreendo até hoje quando assisto. Já os dois últimos não são tão bons, tem muita comédia e a série perdeu um pouco o rumo depois do terceiro filme.
Máquina Mortífera é uma quadrilogia e fica assim: 1987, 1989, 1992 e 1998.
Riggs é tão durão que meteu porrada até mesmo no Jet Li, no pior filme da série o de 1998. Sem contar que ele já: Foi eletrocutado (pelo cara que rouba um chocolate em Duro de Matar), tomou um quinze tiros no final do segundo filme da série, dorme pelado e com a Beretta em baixo do travesseiro, bebe cerveja no café da manhã e é malucão.
A série Máquina Mortífera foi criada por Shane Black (quem não sabe ele é um dos soldados comandados por Arnold Shwarzenegger em Predador) e dirigida por Richard Donner.

12º Lugar: Travis Bickle (Taxi Driver 1976)
"Are you talkin n me?!" Quem não se lembra disso pare de ler agora! Sério, essa cena já foi tantas vezes parodiada que eu nem sei por onde começar.
Travis também tinha que estar na lista dos maiores psicopatas do cinema... Bem, ele é um taxista que de uma hora para outra despiroca e vira um maluco. Planeja matar políticos, salva prostituta (Jodie Foster em início de carreira), mata uma galera e ensaia na frente do espelho como se malzão... Efim o cara é durão.
Lá pelos idos de 76, o dirertor Martin Scorsese trouxe para o mundo esse taxista transloucado psicótico, um perfeito vilão só que o cara acaba virando um herói pela ocasião. Uma aula de cinema dada por um dos mestres da sétima arte, pena que Scorsese não tenha feito grandes coisas atualmente, afinal o Oscar que ele recebeu por Infiltrados foi mais um pedido de desculpas da academia por ter ignorado Taxi Driver, Touro Indomável entre outros.

11º Lugar: Steven Segal (toda a filmografia do cara!)
Podem falar o que for, mas eu gosto de Steven Segal, gosto até mesmo daquele filme que muitos consideram uma porcaria Rede de Corrupção. Steven Segal É durão e ponto.
O cara já fez mais de trinta filmes sempre metendo porrada em todo mundo (menos em dois que eu prefiro ignorar The Glimmer Man e Momento Crítico), foi metido com a máfia durante um tempo, é mestre em Aikidô, Kung-fu, Caratê, Judo, Bushidô, etc, foi agente da CIA...
Vai me dizer que ele não merece estar aqui?!?!
O primeiro filme dele foi Nico Acima da Lei de 1988. Ai veio uma leva de filmes onde o cara sempre era um policial, militar, etc... O filme mais legal do cara é Marcado para Morrer (1990) onde ele desce o pau numa gangue de macumbeiros jamaicanos, quem não lembra desse clássico?
Segal de um tempo pra cá tem feito uma penca de filmes, todos lançados direto para DVD, quero voltar a ver Segal na telona qualquer dia desses.

10º Lugar: John Matrix (Comando para Matar 1985)
Clássico dos clássicos dos filmes de caras durões. John Matrix (
Arnold Shwarzenegger) é um ex-militar sinistão que carrega árvores inteiras com um braço, invade loja de armas para fazer umas "comprinhas", chacina uma ilha inteira para resgatar sua filhinha e mata o vilão do filme de uma maneira não tão usual.
Esse filme é tão bacana que nem sei por onde começar. Ok, vamos lá. Comando para Matar foi produzido por Joe Silver, esse cara produziu pelo menos uns cinco filmes de personagens dessa lista e produziu também Matrix... Olha a semelhança ai... Sacou, sacou?!?! A filhinha pentelha de Arnoldão é Alyssa Millano; O vilão do filme é o mesmo vilão de um dos Power Rager; Matrix matou mais de oitenta soldados inimigos...
A cena que mais marca nesse clássico da dureza cinematográfica é mesmo aquela onde Matrix segurando um dos vilões diz "Eu menti quando falei que você morreria por último" e solta o cara penhasco abaixo. Linda cena.

9º Lugar: Rocky Balboa (Filmes da Série Rocky)
Silvester Stallone é sim um ótimo ator. Não importa o que digam eu o considero um ator muito bom, ele pode ter feito muitas cagadas (Assassinos, D-Tox, O Especialista, etc) Mas ele é um cara com um talento nato para escrever.
A série Rocky foi toda escrita pelo cara, se bem que eu gosto do primeiro e do último, os outros são forçados de mais, e o Paulie merecia umas bolachas não????
Rocky é um dos durões mais durões do cinema, não por ser interpretado pelo Sly, mas sim por levar mais porrada em cada luta que participa do que dar porrada e mesmo assim sair, de alguma maneira, vitorioso.
Rocky aparece em seis filmes no total ai vão as datas: 1976, 1978, 1982, 1985, 1990 e 2006.
O primeiro Rocky todo mundo conhece, certo? Agora o segundo é uma revanche que Apollo Creed pede ao Garanhão Italiano e o cara aceita por estar quebrado, graças ao maldito Paulie. O terceiro filme, que ganhou o subtítulo Desafio Supremo, é um carnaval, tem Hulk Hogan, Mr. T... Uma farofada de primeira. O quarto mostra a eterna luta (naquela época) entre EUA e União Soviética, aqui encarnada pela ex esposa de Sly, Brigitte Nielsen e por Dolph Lundgreen. O quinto é um completo blá-blá-blá. E o sexto vocês viram certo?
Podem falar o que for de Rocky, mas o cara é durão, sem contar que o AFI (American Film Institute) considera o primeiro o 57º melhor filme já feito.

8º Lugar: Mad Max (Série de filmes Mad Max)
Mad Max, o guerreiro das estradas é outro personagem de Mel Gibson digno de entrar nessa lista.
Depois de ver sua mulher e filho atropelados por motoqueiros, o patrulheiro Max fica louco e resolve caçar os responsáveis por aquilo. Ele é quem coloca ordem nesse mundo pós apocalíptico criado por George Miller.
Vamos aos fatos: Max é um ás do volante, não se importa com a vida dos inimigos, e tem sede de vinagança, vê em todos os vilões um pouco dos caras que acabaram com a vida dele.
Legal mesmo de Mad Max são as cenas de violência gratuita e a marra que o personagem mostra ao lidar com situações extremas. A série marca pela crueza e maldade, até onde um ser humano consegue chegar depois de perder tudo. Max vive no inferno que virou a terra, ao invés de estar num lugar tranquilo com sua família. O cara é tão durão que nem morrer ele consegue, e olha que oportunidade para isso não falta.
Engraçado mas a cena que mais me marca em toda a série é uma do segundo filme onde Max divide com seu cachorro uma lata de comida para cães, aquela com uma coisa gosmenta dentro.
Mad Max aparece em três filmes. Mad Max de 1979, Mad Max 2 de 1981 e Mad Max Além da Cúpula do Trovão de 1985 e talvez volte para as telonas em breve (talvez!!!)

7º Lugar: Jack (Clube da Luta 1999)
Vai, o cara é durão. Apesar de parecer meio bunda mole no início do longa ele é fodão. Jack (Edward Norton) apanha, bate e ainda é o Brad Pitt.
Desculpe aquele que ainda não viu esse filme, se é que alguém ainda não viu, mas é isso ai, o cara sorfre de dupla personalidade tão violenta que diversas vezes apanha dele mesmo, sem contar que para matar sua outra personalidade, o cara dá um tiro na própria cabeça e ainda assim fica vivo.
Jack é um looser que de uma hora para outra se torna um lider revolucionário pós moderno, um ícone pop/underground que lidera uma massa de pessoas iguais a ele, uma massa de loosers maltratados pela vida, empregos sem futuro, mulheres, etc.
Clube da Luta foi um importante filme em 1999 por injetar sangue novo no cinema. O apelo estético e narrativo do filme é, ainda, tão impactante que até hoje é um filme obrigatório para os amantes da sétima arte e claro para aqueles que curtem ver um bad ass como Jack.

6º Lugar: Cobra (Cobra 1986)
O Tenente Marion "Cobra" Cobretti é um bad ass de primeira. Marrento, sempre com o palitinho de fósforo na boca, com um carro bebedor e claro um policial psicopata louca pra meter a mão em bandido, ele é a sintese da política "bandido bom é bandido morto".
Outro personagem de Sylvester Stallone a entrar na lista e não é o último. Cobra é um filme de 1986 escrito por Stallone com base no romance de Paula Gosling cujo o nome é Fair Game.
Cobra é um policial durão que tem que proteger uma testemunha de um assassinato, a fotógrafa Ingrid (ex esposa de Sly, Brigitte Nielsen).
Stallone Cobra, como ficou conhecido no Brasil na época do seu lançamento é conhecido de todos aqueles que amam o cinema de ação. A cena que mais marca mesmo é aquela logo no início onde Cobra entra no mercado e fala para o bandido "Você é a doença. Eu sou a cura".
Vocês sabiam que era Stallone o escolhido para Um Tira da Pesada, só que depois dele mexer no roteiro, transformando Um Tira da Pesada num thriller de ação com o orçamento muito acima do esperado pelo estúdio, ele resolveu sair do projeto e se dedicar a Cobra que seria lançado dois anos depois do filme de Eddie Murphy.
Cobra é obrigatório.

5º Lugar: Detetive Axel Foley (Série Um Tira da Pesada)
O comediante Eddie Murphy pode ter feito um bando de cagada nos meados de 90 pra cá, acho que nada se salva... Mas vai nos idos dos anos 80 e início dos 90 o cara arrebentava, além de Axel Foley o cara emplacou outros personagens marcantes como o principe Akeem, Reggie de 48 horas, Chandler de O Rapto do Menino Dourado, entre outros. Mas o maior bad ass que o cara fez é mesmo Axel Foley.
O detetive doidão de Detoit vai parar em Beverly Hills para investigar o assassinato de um amigo. O filme tem grande apelo para a comédia mas Axel é fodão.
Vamos à pequena aula de curiosidades sobre a série. O primeiro Tira da Pesada, como vocês leram ali no 6º Lugar quase foi feito por Stallone; ainda no primeiro filme da série (1984) quase foi dirigido por David Cronenberg; o segundo filme da série Um Tira da Pesada II (1987) é dirigido pelo Scott menos talentoso, também conhecido por Tony Scott; ainda nesse segundo está lá a ex do Sly como uma das vilãs do filme; Dois outros comediantes fizeram suas estréias nos dois primeiros filmes da série, no primeiro aparece Damon Wayans creditado como Banana Man (se você viu o filme sabe que cena ele aparece, hilária!) e no segundo aparece Chris Rock como o manobrista da Mansão Playboy.
O terceiro filme da série tomou uma direção mais para a comédia do que para um misto de ação/comédia. O diretor escolhido foi John Landis e o lançamento foi desatroso causando danos aos cofres da Paramount.
Axel Foley não é o típico bad ass que anda suado, sem camisa, com um cinto de balas no peito e uma M60 atirando feito doido, mas o cara é sim durão... Isso é!

4º Lugar: John Rambo (Quadrilogia Rambo)
John Rambo é um cara durão mesmo. Ele sempre detona alguma cidade, vilarejo, base militar, exército inimigo num filme. Isso sem contar que sempre tem ao seu lado uma faca e arco e flecha. Sei que esse é o terceiro personagem de Stallone a entrar nessa lista mas como poderia deixar de fora qualquer um deles.
Rambo é um boina verde que lutou na guerra do Vietnã defendendo as cores do seu país, só que ao voltar para casa é visto como uma ameaça por um policial de uma cidadezinha por onde passava. Depois disso é porradaria o tempo todo e um pouco de discurso político anti guerra. Essa é a história do primeiro filme do cara no original First Blood (1982). O segundo filme, Rambo II: A Missão o persongagem volta ao Vietnã e desce o pau num exército inteiro, no terceiro é o mesmo, só que aqui ele ajuda a galera do Osama Bin-Laden na porradaria contra os Russos e no quarto, melhor e no FODÁSTICO quarto filme Rambo mete o pau num exército lá pelos lados da Brimânia.
Cada filme têm uma cena que me marca (tirando o terceiro que é totalmente esquecível!). No primeiro é a cena final do confronto entre ele e o delegado interpretado por Brian Dennehy, sabia que o final do filme ia ser assim.
Rambo está ai e a promessa é que tenhamos mais um filme do cara.

3º Lugar: Paul Kersey (Série Desejo de Matar)
Charles Bronson por sí já é um bad ass, mas Paul Kersey é o personagem mais bruto que ele interpretou.
Kersey é um pacato arquiteto que depois do assassinato da esposa vira um vigilante matando tudo que é bandido pela frente. Com ele não têm papo, pode ser um muleque que rouba rádios ou um assassino, é cinco gramas de chumbo na cabeça e ponto.
O cara é tão bruto que Desejo de Matar (1974) ganhou quatro continuações, 1982, 1985, 1987 e 1994. Gosto até a terceira parte, onde ele volta para NY e ajuda uma galera a lidar com uma gangue.
As maldades de Kersey são tão memoráveis que até hoje eu vibro com elas. Moedas numa meia para usar como arma, tábuas com pregos no chão perto da janela, armas customizadas e muitos mais. Ele usa até mesmo uma Browing .50 para matar alguns mequetrefes em Desejo de Matar III.
Reza a lenda que Stallone (de novo ele) está cotado para escrever, dirigir e atuar um remake de Death Wish. Vale lembrar que Desejo de Matar é inspirado pela obra de Brian Garfield que recentemente ganhou mais uma adaptação com o astro de Footloose, Kevin Bacon, o filme de Bacon se chama Sentença de Morte (Death Sentence 2007).
Medalha de Bronze para Paul Kersey, o cara merece.

2º Lugar: Harry Callahan (Série de filmes do personagem Dirty Harry)
"Go ahead, make my day" Acho que todo mundo conhece essa frase certo? Harry Callahan é o segundo maior bad ass na minha opnião. O inspetor Harry Callahan é o personagem mais conhecido do ator/diretor fodão Clint Eastwood. O personagem aparece em cinco filmes e são: Perseguidor Implacável (1971), Magnun 44 (1973), Sem Medo da Morte (1976), Impacto Fulminante (1983) e Dirty Harry na Lista Negra (1988).
Cada filme foi comandado por um diretor diferente, inclusive o próprio Clint.
Harry é famoso por carregar uma Magnun 44 e também por não estar nem ai para os bandidos que cruzam seu caminho.
Apesar de ser o personagem mais conhecido de Eastwood, Dirty Harry não foi muito bem visto por moradores da cidade de São Francisco, alguns deles tentaram impedir as filmagens de Dirty Harry na Lista Negra, por acharem que a imagem do policial durão não era boa para a reputação da cidade.
Só mesmo um bad ass como Harry para fazer esse tipo de coisa.

1º Lugar - Prêmio Bad Ass Mother Fucker vai para: Tenente John McLane (Série Duro de Matar)
Podem falar o que for, mas John McLane (Bruce Willis) é sim o maior bad ass do cinema. Fala ai, quem mandou doze assaltantes pro cacete descalço? Quem parou um aeroporto no natal por causa de um mal pressentimento? Quem mandou mais de trinta terroristas pros ares numa só tacada? Quem parou NY? Quem mandou pro cacete um helicóptero com um carro? E quem, quem detonou um F-22 com as próprias mãos?
Agora você concorda comigo hã?!
O maior personagem de Bruce Willis, o azarado policial John McLane leva muito à sério aquela coisa de homem errado na hora errada. O cara sempre se mete em enrrascada sem querer, nunca procura problema, o problema vem sempre atrás dele.
Sou fã da série desde a primeira vez que ví Duro de Matar, dublado ainda por cima, aliás, a dublagem do saudoso Newton da Matta é perfeita.
McLane aparece em quatro filmes. O primeiro Duro de Matar é de 1988, o segundo de 1990 depois vem 1995 e finalmente 2007.
A cada filme as peripécias de McLane ganham mais espaço. Ele é a sintese do anti heroi. Tá ali na dele e de repente chove bandido, todos melhor treinados, armados e com um plano milimetricamente estruturado. McLane não tem nada disso. O cara sabe dar uns socos, só conta com sua fiel 9mm e é isso ai.
O que marca na série, além de McLane e do memorável vilão Hans Grubber é a frase que McLane mal educadamente responde o vilão "Yippee-ki-yay mother fucker", essa frase é repetida em todas as continuações do filme.
Curiosidades sobre a série. Duro de Matar foi planejado para ser a sequência de Comando para Matar (!!!!); na cena final do primeiro filme, o ator Alan Rickman teve que pular de 21 metros até uma almofada de ar gigante, antes o diretor John McTiernan testou o equipamento; o final de Duro de Matar: A Vingança pensado originalmente é bem diferente do que foi para as telonas, dá uma olhada aqui (em inglês); A versão das telonas de Duro de Matar 4 não incluem o "mother fucker" no final do "Yippee-ki-yay", foi cortada por causa da censura mais branda.


Menção Honrosa

Claro que na minha lista não poderia faltar dois caras. Conan o Bárbaro e o nosso querido Dr. Indiana Jones.
O Bárbaro é um dos grandes papéis da carreira de Arnoldão. O cara mata tudo o que pintar pela frente, monstro, cobra gigante ou qualquer outro tipo de inimigo que apareça.
Já o nosso querido e amado Dr. Jones é mais tranquilo, mesmo assim é um bad ass, afinal quem mais para enfrentar nazistas e proteger tesouros arqueológicos e no meio tempo passear de lá pra cá pelo mundo.

3 comentários

  1. Cecilia Barroso on 19 de maio de 2008 02:49

    Hahaha... Adoro as suas listas!
    E, com certeza, John McLane e Harry Callahan são os caras mais bad ass do cinema.

     
  2. Thiago Flôres on 19 de maio de 2008 08:59

    Valeu Cecilia!!!
    Mas ´não é verdade que esses são OS caras do cinema!
    Quero ver quem discorda!!!

    hauhuauhauhahuaha

     
  3. Denise San Felice on 8 de novembro de 2008 13:47

    É isso aí Thiago! Sua lista é ótima. Mas peraí... não está faltando alguém?
    Não vai me dizer que esqueceu dos filmes do Chuck Norris!!!
    Cordell Walker, Major/Coronel Scott McCoy, Coronel James Braddock, J.J. McQuade, Xerife Dan Stevens, Stephen Sheperd e muitos outros. A lista é imensaaaaaaa
    Enfim, o cara é o mestre dos Bad Ass, o maior de todos os tempos kkkkkkkkkkkk
    Na minha opinião só faltou ele. Chuck Norris é o cara!